quarta-feira, janeiro 04, 2006

Lição do Evangelho

amar os amigos mesmo todos
aqueles que têm cinco
pedras na mão e com elas iniciam
o seu dia
amar os amigos incendiários
que trazem lume ao nosso coração
amar os amigos que envelhecem
sem darmos conta as suas primaveras
amigos que são dádivas
e que nos tomam entre os dedos
os amigos que têm dois pontos tristes
no rosto, em ambas as pupilas
e que soltaram o último alento
sem saberem que vai com eles
o resto da nossa vida.

(J.Francisco Neto)

3 comentários:

OrCa disse...

Meu caro amigo,
Respondendo ao seu amável desafio... já está "linkado" desde ontem.

Tomei, também, a liberdade de o considerar um dos potenciais interessados no encontro.

Irei dando notícias.

Um abraço.

delusions disse...

gostei mt do poema...um abraço

Ana Maria disse...

Lembrar os amigos e dar-lhes uma lasca de um sorriso, meu!

Olá amigo João!