segunda-feira, janeiro 23, 2006

Eleições

A Eleição

A multidão cruza os braços
no ar, os braços
duplicam-na,

a multidão volta
os olhos - a figura
vencedora paira

sobre a sua vitória;
da multidão
a noite engolirá o resto

e a manhã igual
deitará à rua a multidão,
no anonimato.

22/1/2006

(Publicado no Portal Evangélico, da Aliança Evangélica Portuguesa)

1 comentário:

Ana Maria disse...

bem visto joão é como somos digo são os portugueses!