quarta-feira, novembro 30, 2005

Velo, na noite em mim

VELO, na noite em mim,
Meu próprio corpo morto.
Velo, inútil absorto.
Ele tem o seu fim
Inutilmente, enfim.

(Fernando Pessoa)


Bom dia!

1 comentário:

Ana Maria disse...

como posso dizer ao Fernando Pessoa que sou uma fã dele?