quinta-feira, novembro 17, 2005

À Próxima Festa

Só o boi e o jumento comparecem.
E os anjos em multidão
não desferem o cântico
-que é o Céu caindo na noite.

Na grande hospedaria do azul,
no mundo, ou apenas em metade
do mundo, as mangedouras
dormem vazias.

As mãos dos homens sentem
o que faz o coração, fecham
as janelas de Belém
uma vez mais sobre os ruídos,
sobre quem passa preso à Vida.

1/10/1992


Boa tarde!

1 comentário:

Ana Maria disse...

cito-te
"-que é o Céu caindo na noite."
Ai! a noite que cai sem mim_diz o dia.