quarta-feira, maio 10, 2006

O Verso

O Verso

"E agora ele estava ali, ainda, no organismo"
G.M.T

Não adianta encerrar
o livro, o verso
já é artéria

onde martela
o sangue,
que vai

da cabeça
ao coração
e vice-versa,

e raia
nos olhos como o halo
da manhã.

10-5-2006

2 comentários:

Maria Costa disse...

"(...)o verso
já é artéria(...)"

Lindo este poema.

Beijinhos.

Ana Maria disse...

João uma verdadeira joia este teu poema!
joão dás-me autorização para o publicar no blog e na lista?