quarta-feira, abril 26, 2006

Amanhã

Amanhã fico triste,
Amanhã.
Hoje não. Hoje fico alegre.
E todos os dias,
por mais amargos que sejam,
Eu digo:
Amanhã fico triste,
Hoje não.

(Autor anónimo)

Poema encontrado em língua yiddish na parede de um dos dormitórios de crianças do campo de extermínio nazi de Auschwitz.

Citado de:
www.atuleirus.weblog.com.pt

3 comentários:

Nelson Lourenço disse...

É realmente um belo texto.

Um abraço.
Nelson Lourenço

hfm disse...

Belo texto que me fez pensar nesse filme magnífico de Resnais - Nuit et Brouillard.
Um abraço

AmigaTeatro disse...

...

;)*