quarta-feira, julho 29, 2009

ted hughes, poemas de animales

-Onde descobriu isto?- perguntou a empregada comercial. «Isto» é o livro da gravura, uma tradução de poesia de Ted Hughes. A colecção é da Mitos Poesia, o preço (ainda) 395 ptas.
A livraria é a Leitura, no Porto, onde há mais de 20 anos tenho o «hábito» de descobrir nas estantes certas preciosidades. Ao fim da tarde de ontem, com o carro em 2ª fila e a minha mulher ao sol.


TORDOS
(um fragmento, pág.14)

Espantosos são os tordos pulcros e atentos sobre
a erva.
Não parecem seres vivos, mas aço retorcido. Seu olhar
negro e letal está à espera. Suas patas débeis
fazem movimentos circenses. Dão um
respingo, um salto e uma bicada
raspam da terra algo que treme no seu bico.
Nada de pausas indolentes nem olhares de sono.
Nada de coçar a cabeça nem suspirar. Nada mais
que um salto e uma bicada
e um instante de voracidade.

(Trad. JTP)

2 comentários:

candy disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
candy disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.