quarta-feira, dezembro 26, 2007

Sylvia and Ted

Quando estavas comigo
eu nunca ia morrer

Os meus olhos vagueavam
sem ti, o meu medo
tinha ruídos
todos os passos, as sombras
eram coisas sólidas

quando escrevia a morte
riscava as folhas de papel
mas quando estavas comigo
eu ia durar a vida inteira

As tuas pernas
sustentavam as minhas quedas.

12/2007

3 comentários:

brissos disse...

Quem é o autor deste poema?

Mïr disse...

Tão belo, João!

Abraço.

hfm disse...

Belíssimo!

Um bom ano com saúde, paz e afectos.

Um abraço.