domingo, julho 16, 2006

Alentejo


Uma paisagem aridamente amarela
A única presença verde
Nas cabeças dos sobreiros
E a seus pés
Sob a sombra
Refrescante
Que tenta cortar o ar pesado
O branco quente
De rebanhos de ovelhas

13/ 07/ 2006

(Raquel Miriã)

3 comentários:

hfm disse...

Tão aparentemente simples e belo!

Raquel disse...

Que posso eu dizer? Só me ocorre uma palavra:

- Obrigada!

Raquel Miriã

Lai disse...

Sem duvida: muito bonito!