segunda-feira, setembro 26, 2005

Boa noite!

NOMEAÇÕES (*)

A luz aguardava atrás da sua boca.
Falou, falou palavras cujas coisas
só couberam nos seus lábios.

Dia, chamou Deus à luz, e às trevas,
Noite. Moveu o vento, separou as águas
e ouviu-se o firmamento
desenrolar-se azul.

(*) in Boletim da Associação Nacional de Escritores, nº 58, Jan/Fev 2002,Brasília

3 comentários:

William Smith disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
José Félix disse...

Caro J.T. Parreira

Bem-vindo ao mundo da blogosfera.
Aproveitemo-lo, se bem que o vaticínio seja de vida breve. Até os deuses tinham a vida breve na Odisseia de Homero.

Um abraço

José félix

P.S. Vou colocar uma «ligação» no meu blogue

Ana Maria disse...

"Dia, chamou Deus à luz, e às trevas,
Noite. Moveu o vento, separou as águas
e ouviu-se o firmamento
desenrolar-se azul."
é tão bom acreditar que tudo aconteceu assim, por incrivel que pareça a simplicidade é a base da alegria e de só viver o dia a dia.
um jinho